A Tarefa de Cada um de Nós

Grupo de Estudos Avançados Espíritas

Não tenhamos dúvidas que cada um de nós tem uma tarefa a cumprir no que diz respeito à nossa própria evolução, bem como em relação a ajuda que devemos aqueles que conosco interagem no dia-a-dia de nossas vidas.

Neste sentido é que entendo que devemos compreender a responsabilidade de cada um no contesta da informação de que somos os trabalhadores da última hora, nos empenhando por construir um mundo melhor, um mundo regenerado.

É evidente que tenhamos na Doutrina dos Espíritos um ponto de apoio que nos serve de alavanca maior para esse mister, porque entendemos, à luz da razão, que ela é a expressão mais próxima da verdade que nós espíritas buscamos, e daí a nossa adesão a ela.

Entretanto, não podemos esquecer que na condição de Espíritos imortais e eternos que somos, acumulamos experiências diversas através das nossas várias existências na nossa jornada evolutiva. O fator cultural pesa e muito na formação das nossas concepções quanto a forma de encarar a verdade que todos buscamos.

Assim, é vital que entendamos este aspecto e possamos ser capazes de empreender a tarefa de disseminar os conhecimentos espíritas pelo mundo, sem no entanto faltarmos com a caridade e a tolerância para com aqueles que pensam diferente de nós.

A Doutrina dos Espíritos é possuidora, por sua essência e origem superior, de uma pureza que não poderá ser afetada pelo homem encarnado. Assim como o mundo espiritual prevalece e existirá mesmo sem que existisse a necessidade de o mundo material existir, a Doutrina dos Espíritos prevalecerá por que não sendo produto da mente humana ela está em perfeita sintonia com a Verdade. Nós é que devemos lutar por entrar em sintonia com os ensinamentos desta doutrina maravilhosa que nos ensina que é através da tolerância, da caridade e do amor que construiremos um mundo de regeneração.

Os Editores.

(Publicado no Boletim GEAE Número 449 de 11 de fevereiro de 2003 )